O espaço da mulher na Amep

Michelle Obama afirmou, certa vez, que uma sociedade é medida pela forma como suas mulheres são tratadas.

A ex-primeira dama dos Estados Unidos falava sobre os desafios que as mulheres enfrentam nos dias de hoje e dos espaços destinados a elas, no mercado e nas organizações.

No Dia da Mulher, fomos ouvir colaboradoras dos mais diversos segmentos, em empresas da AMEP, que se destacam em suas carreiras.

Graciela Viana do setor de produção de pneus da Prodoeste, contou da evolução na carreira e de como ela abraçou a oportunidade, entrando numa área considerada masculina, com coragem e determinação.

Mulheres precisam ter consciência de que, independentemente da situação em que vivem, todas são capazes de ser e fazer, sempre respeitando os direitos dos outros”, afirma.

Ela conta que em 2007, quando já trabalhava no grupo Amep, como trocadora de ônibus da Viação Formiga, surgiu a oportunidade de trabalhar na recapagem de pneus, onde poucos apostariam que daria certo, por ser mulher.

Mas ela foi atrás do seu sonho. E pouco a pouco, aprendeu cada processo e etapa. Os obstáculos, segundo ela, foram o que fez com que ela exigisse cada vez mais de si e hoje, tem orgulho de atuar na área.

Sou grata, pois, devido à minha luta, tive chance de fazer vários cursos na Michelin, obtendo a formação de todo o processo de recapagem de pneus, tanto na teoria, quanto na prática” afirma. “Nós mulheres temos sim, podemos ocupar nossos espaços, tanto no trabalho, na família e na sociedade. É só acreditar em nós mesmas”, finaliza.

A consultora de vendas na Prodoeste de Patos de Minas, Érica Oliveira não acredita em sexo frágil. Para ela, que sempre idealizou o sucesso, e buscou o reconhecimento profissional, a carreira na área comercial de caminhões veio de forma natural. “De concessionária de veículos à reformadora de pneus e, finalmente, revendedora de caminhões”, conta.

Na reformadora me desafiei a um trabalho exclusivamente masculino, onde tive ótimos resultados, tanto que posteriormente fui convidada a entrar efetivamente nas vendas de caminhões”, explica.

A consultora externa Janine Souza da unidade Prodoeste de Pouso Alegre afirma que trabalhar nesta área em uma marca tao renomeada como a Mercedes-Benz é muito prazeroso.

Eu me sinto muito lisonjeada por ser uma das poucas mulheres que podem mostrar para os clientes em campo que eu tenho o conhecimento necessário para ajudá-los”, conta.

Ser mulher não limita o meu trabalho. A Prodoeste me proporciona ser quem eu quiser aqui dentro, além de ter uma equipe interna que sempre me apoia e me ajuda quando preciso. Eu quero agradecer à Prodoeste por me proporcionar esta experiencia incrível”, finaliza.